sexta-feira, 26 de outubro de 2007

Noite Enfadada

Aquele tédio me dominava e alastrava. Os minutos nunca foram tão divagares como daquela vez. Eu fiquei um tanto quanto espantado. Não parecia com o meu mundo. Aquele em que o relógio era sempre o vencedor das corridas. Que mais se apressava. Ele parecia não fazer mais questão de passar. De se esgotar. E isso me deixava, mais entediado, é claro. Olhava para janela: aquela chuva feia, pingando gota por gota, como se acompanhasse o ritmo do tempo. A luz do pisca-pisca do carro da polícia invadia minha humilde sala, lotada de penumbras e sombras. Iluminava-me de vermelho e azul. Eu me olhava no espelho e não vida nada. Só luzes. Meu sofá branco, refletia as cores que então o pintavam. Nada era absorvido. E o tempo continuava, na sua longa jornada de correr os ponteiros. A chuva parecia já cansada de ser tão lerda. Mas não achava forças para enfurecer. Ninguém dava bola para chuva. O tempo chamava mais atenção. O rádio anunciava que o sol viria a brilhar. Mas eu não queria isso. Amanhecer? Pra que? Não queria ver meu rosto no espelho, não com a luz solar. Mas do que adiantava, o carro da policia já se ia. O tempo de patrulha deles parecia ser o mais rápido e apresado. E o meu? Meu tempo era um enorme preguiçoso, sempre indo na valsa. Foi quanto me senti ser engolido. Era o tempo que me mastigava brutalmente e o sofá que me engolia. Sentia-me digerido com a ajuda das almofadas. Eram como enzimas que aliviavam o meu tédio. E o sofá, o aumentava. Eu fui aceitando. O sofá me engolindo, o tempo valsando, as almofadas ajudando, e eu parado, na pura inércia de um ser humano. A luz do sol já podia se ver. Mas agora, não via mais meu rosto no espelho, não por falta de luzes, eu tinha sido engolido totalmente pelo meu sofá branco.



Inspirada por: ♫ Paciência – Lenine ♫

4 comentários:

Marina disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Marina disse...

Oii
Te coloquei na minha lista de "Esse blog é escrito com amor".
Não sei se você já tem esse selo, mas achei que gostaria de receber!
=)
Um beijão

Mateus disse...

rafinha
so eu amigo do seu namorado lindo maravilhoso, nossa vc tem jeito pra coisa ein!! muito bom mesmo, todos eles(vc deve ta cansada de escuta isso)muito bom... ve c cuida do lulu diretinho ai ein!
bjss

Lucas disse...

meu amor!!
esse texto me faz refletir e me faz lembrar duas musiks..."ateh quando vc vai levando, porrada porrada, ateh quando vc vai fik de saco de pancada" e "me abrace e me de um beijo faça um filho comigo, mas nao me deixe sentado na poltrona no dia de domingo.."
bjjsss
te amo!

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin