domingo, 31 de maio de 2009

Assim fica constituído...

Não dê a mim a chance de legislar. Com esse poder, sei que não seria capaz de lidar. Amores assim, desprezados, eu proibiria. Proibindo, te prenderia. Prendendo-te, me prenderia mais ainda. E assim seríamos nós dois: um preso por desprezo, outro por apreço. Não, não vou criar uma lei como esta, por mais que me haja vontade de impedir esse seu jeito tão bem feito de viver sem mim...
Não, meu bem! Não te preocupes com algemas. Vai e vive, porque não existirão grades capazes de te trancar. Nem mesmo as mais bem construídas dentro de mim. Porém, quando estiveres cansado de viver sem se prender, cria tu a lei do “se arrepender” e volta para bem perto de mim, onde lei nenhuma é capaz de te afastar!

5 comentários:

Gabriella Orlani disse...

Você está falando tanto te amor nos últimos relatos ..
Lindo!

alice disse...

ela ta xonadinha por mim !! mas eu nao dou bola pra ela.. rafa eu ja entendi que vc me ama ! mas eu digo e repito eu vou voltar pra sacanagem hahahahahha
beijinhos ..

Cezar Cavaliere disse...

Gosto do teu estilo de escrever. Gosto da tua maneira de expressar sentimentos que talvez tu nem sintas (não me é possível saber), mas que se mostram verdadeiros e criam belas composições.

Beijos, e até.

Vanderlei e Márcia disse...

Compreender que o dom mais nobre que recebemos de Deus é a liberdade. Liberdade para decidir sobre os rumos de nossas vidas. Por vezes somos tentados a interferir na liberdade de outras pessoas. Muitos fazem isso e sofrem e fazem sofrer. Vai uma frase para reflexão.

É nas quedas que o rio ganha energia - Hermógenes

Felipe disse...

bah... esse post foi muito fodástico... lindo... mto bom mesmo!
como tá? mtos PMJP?

te cuida... vai na manha e...

um bjo guria...

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin