quarta-feira, 2 de abril de 2008

Argumentos e mistérios...

Aqui estou eu para mais um relato nostálgico. Não me perguntem porque, mas ultimamente tenho pensado muito sobre como tudo já foi, como tudo era...

Mas então, devido alguns conflitos que acontecem, que estão “sendo” eu lembrei novamente da minha infância. Quando eu assistia às novelas, via as pessoas discutindo, uma não deixava a outra completar o que a outra ia disser, parecia que cada um falava uma língua diferente, e eu ficava realmente impressionada. Porque achava tudo aquilo uma besteira já que eu pensava: “Nossa! Mas para quê tudo isso? E tão fácil parar, sentar e explicar direitinho o que está acontecendo! Parece que ninguém enxerga que não se precisar brigar pra expor opiniões! É tão fácil conversar!”. É, mas eu disse certo: Eu pensava assim...

Hoje percebo como aquelas cenas de novelas são tão idênticas a realidade. Parece que quanto mais se cresce, quando mais se passam os anos, mais as cordas se embolam. Que nesse caso somos nós, as pessoas! Nos últimos anos eu tenho conhecido muita gente diferente de mim, mas não é pouco, é bastante gente diferente. E maior que isso são as diferenças. Às vezes me assusto, mas às vezes acho normal, penso que deve ser isso que chamam de amadurecimento. Porém com todas essas diferenças conflitos existem. Assim como na novela. Mas nesse caso o texto não é decorado e nenhuma mágoa acaba com o “Corta!” de um certo Diretor. É tudo real, e devemos saber lidar com isso. Porque conflitos envolvem pessoas que assim como você, tem sentimentos e opiniões que fazem sentido dentro de suas cabeças. E aí que mora o perigo.

Saber o que se passa na cabeça de alguém. Conseguir compreender que o errado na sua percepção é o certo para o outro. Saber qual vai ser a resposta para o que você disse. Saber o que o outro pensa enquanto você fala o que acha. É tudo um grande mistério pra mim. Por isso também sinto que muitas vezes não consigo me fazer entender. Não sei se porque falo rápido de mais, ou se realmente um pensamento diferente não entra num espaço onde já habita outro. O que eu tiro de bom disso? Aprendizado. Saber argumentar e se fazer entender é um desafio tão grande que muitas pessoas morrem sem nunca terem tentado. Eu tento todos os dias. Um pouco que seja, até comigo mesma, aqui no meu blog!


Inspirada por: ♫ Close Your Eyes - Westlife♫ & Conflitos do dia-a-dia...

8 comentários:

Gabriella Orlani disse...

Rafa, minha mãe sempre me diz coisas que me ajudam a enfrentar o dia-a-dia de uma forma mais saudável. Uma dessas coisas é que podemos falar o que quisermos, mas tudo depende da forma com que falamos, seja gritando, brincando, enfim. A conversa sempre é a melhor forma pra resolver os problemas, mesmo que as novelas apostem no oposto. Assim como voce disse, aparecem pessoas diferentes nas nossas vidas todos os dias, e cabe a nós saber cuidar dessas divergências pra que mais na frente nao se tornem conflitos. Quanto a mágoa pós conflito, é normal. Triste, mas normal. A gente tem o direito de viver nossa mágoa, mas viver a mágoa, nao é se afogar nela.
Não sei se ajudei, mas tentei =)
Um beijão Rafa!

Marina disse...

Concordo contigo Rafa. A gente cresce, amadurece, e percebe como as relações são complicadas. Não é um simples papel da novela. Não existe "O mocinho" e "O bandido" na vida real. Somos todos complicados. Conviver com pessoas diferentes nos faz crescer, porque nos abre horizontes, nos expõe a coisas novas, novas experiências...

................

Quanto a tua pergunta, eu pedi pra Tepha fazer pra mim o bloqueio dos textos. Mas eu sei que se faz pegando o código de algum site e coloca nas configurações do blog.

Beijo

Ariana disse...

"Parece que quanto mais se cresce, quando mais se passam os anos, mais as cordas se embolam. Que nesse caso somos nós, as pessoas!"

Tu disse tudo nesse trecho!rsrs
Mas é a vida e a cada dia um novo aprendizado!
As pessoas são diferentes,atitudes e pensamentos, e com isso as coisas sempre "embolam"

Ps: Qto ao texto do meu blog, também não gosto q os outros não gostem de mim, mas fazer o que, não ´posso obrigar ninguém a isso,
e não é indireta pra ninguém não!

Volte sempre ao meu blog, irei voltar no seu!

Beijão
Bom Fim de semana!=)

Filipe Garcia disse...

Oi Rafaela!
Você achou que eu não viria visitar seu blog, por quê? Cá estou e me vejo movido por seu texto. Fiquei pensando em como, no mundo da criança, tudo se resolve mais fácil. Vc disse que ficava olhando as brigas na novela e se perguntando pq era tão difícil as pessoas se entenderem. E as crianças têm essa leveza e inocência de esquecer as mágoas, de reativar laços...
Gostei mesmo da reflexão que vc me propôs!

Deixa eu ver se entendi bem: vc quer postar meu texto aqui no seu blog, é isso?

Fico por aqui.
Beijos.

Vanderlei e Márcia disse...

Querida filha
Quando Jesus afirmou que aquele que não tiver um espírito de criança não irá entrar no Céu. A simplicidade, o perdão com facilidade, não julgar as pessoas são características da criança que os adultos abandonam. Muitas vezes complicamos as coisas, não conseguimos esquecer uma mágoa e ficamos tentando "dar o troco" e muitas vezes julgamos as pessoas de forma injusta.
Excelente sua reflexão e os comentários das pessoas no seu blog. A grande mudança do mundo se resume em mudar para melhor nós mesmos.

Te amo!!!!!

Filipe Garcia disse...

Rafaela,

me sinto honrado e surpreso com sua proposta. Claro que deixo vc postar meu texto, sem problema algum. Fico feliz que tenha realmente gostado dele.

Voltarei mais vezes, com certeza.

Beijo.

Felipe disse...

bah ta louco... tu eh q nem eu então, bah olha, eu TENTO, mas, verbalmente, é foda de alguém compreender digamos (incluindo coisas subjetivas) 60% do que eu quis dizer com a palavra + o olhar...

E sim, as pessoas dificultam as coisas por mais que pareçam fáceis, só que o problema é que atrás dessas coisas relativamente fáceis têm valores; receios; paradigmas das pessoas também, relativamente, simples mas que, no momento em que alguém os contradiz/quebra/descobre/zomba, tais pessoas ficam confusas e dificultam tudo...

bom escrevi bem rápido o comentário, espero que tu entenda mais que 60% pq foi na pressa ahaha bjão baita texto o último!!

Anônimo disse...

Minha flor, novamente seu texto me leva a refletir a respeito das capacidades do ser humano em superar suas próprias dificuldades. Você sempre argumenta muito bem. Sou testemunha disso, desde que você começou a falar... Beijos da mãe que lhe ama. Márcia.

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin