terça-feira, 8 de janeiro de 2008

Bem Acompanhada...

Algo inanimado seria capaz de dar vida? Porque eu acredito que o meu travesseiro faz isso... E talvez eu não seja a única. É incrível como quando eu deito minha cabeça sobre ele, o poder dele aparece.

Ele faz nascer pensamentos, idéias, sugestões e além de vários tipos de sentimentos... Nossa! Quanta vida se passa ali. Num amontoado de espuma e algodão, e quem dirá: penas.

Por um lado, é tudo culpa dele. Porque é quando vem o repouso que as movimentações param. Que as luzes se apagam, e que os sons tendem a baixar e aí relaxamos. Esse é o processo de reprodução da “prole do travesseiro”.

É assim que ele dá a vida. E cria uma agitação interna paralela a calmaria externa. Poderoso esse travesseiro, não é? Mas além de dar vida, ele abre portas. Abre portas, para o sono! E assim por diante para os sonhos!

É... Acabei de descobrir que não durmo sozinha na minha cama de solteiro.





Inspirada por: ♫ Madonna - Don't Tell Me ♫

Um comentário:

bernardo disse...

Rafa, acho que vc dorme bem acompanhada em sua cama de solteiro porque vc é uma pessoa leve... aposto que muita gente tem medo de colocar a cabeça no travesseiro. Atualmente eu compartilho da tua opiniao
bjos, Be

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin