domingo, 4 de maio de 2008

(?)

Como saber a hora certa de agir? A hora certa de calar-se? Seria melhor agir por impulso ou analisar bem as situações e pensar duas vezes? Nesses casos é que aparece um grande vício (ou virtude) que eu tenho: pedir ajudar, pedir opinião. “E você? O que faria? Gostou? O que acha?”, tipicamente meu. Mas chegam momentos na vida que a única pessoa que pode responder essas perguntas somos nós mesmos. E isso por mais repetitivo que seja, parece (repito, parece) não ter sentido. Mas tem. Se tem!
Naqueles momentos em que todas as pessoas podem ser questionadas, mas nenhuma resposta que elas darão se encaixará com a sua, seja ela qual for. É claro que certas pessoas têm o dom de clarear nossas idéias, e de nos aconselhar da maneira certa. Mas no final, só quem pode decidir é você. Ligar ou não ligar, deixar passar ou correr atrás, falar ou calar, escolher um ou escolher outro. Encarar tudo como aprendizado e superação é a melhor opção. Ou não. O que você acha?


PS.: Não consegui escolher um titúlo!
Inspiração: "Save Me" - Hanson & Meu domingo...

2 comentários:

Leandro disse...

Bom, não sei qual é a situação para poder te ajudar. Portanto não posso opinar em nada no momento.
Agora, bem antingamente, eu não pedia ajuda para ninguém, tratava dos meus problemas sozinho, sem dividí-los com ninguém. Hoje em dia, vejo que isso é besteira e ultimamente tenho pedido a ajuda para as pessoas que mais gosto, mais tenho contato. Acredito passei a ser assim por causa do ambiente (é o ambiente que faz o homem, sempre acreditei nisso), a galera que virou meus amigos de verdade é unida e compartilham as vitórias, as derrotas e pedem ajuda quando estão com problemas. Passei a fazer isso e vejo que esse é o melhor caminho, nós não somos donos da verdade, não sabemos de tudo e aprendemos com os outros todas as pessoas tem algo para nos acrescentar e experiências para nos passar.
Portanto, continue pedindo ajuda, ouça todos, tire as lições que poderão te servir e tome suas decisões.
Beijão

Vanderlei e Márcia disse...

Querida Filha

As dúvidas estão sempre presentes em nossas vidas. Elas acontecem a todo o momento. Algo importante que devemos saber é que tomamos milhares de decisões de forma inconsciente. Aí reside a diferença entre vício e virtude. O vício nada mais é que decisões inconscientes que tomamos de coisas ruins e a virtude são as mesmas decisões sobre coisas boas. Um exemplo é desenvolver o hábito de cumprimentar as pessoas. Isso á algo bom e se de forma gradual e consciente cumprimentar-mos as pessoas depois de muito tempo faremos isso de forma inconsciente. A oração é quem mais nos ajuda a tomar uma decisão correta pois o Espírito Santo será quem irá nos aconselhar. Não existe conselho melhor que o Dele. Você tem tomada decisões com muita sabedoria e tenho muito orgulho de você. Te amo muitooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin